Conquistar, Dominar, Amar

Coco Chanel deixou legado vivo e espontâneo em sua marca. Imagino como serão os brainstormings nessa empresa.

Ideias, rascunho, coragem, determinação, free mind, ação, tesão…

É claro que deve haver reflexão extrema sobre tudo o que é produzido, seja na fábrica ou no marketing – evidente – uma marca assim não brinca.

O que vale aqui, nesta reflexão são alguns pontos que gostaria de destacar:

– Clareza de propósito.

– Manutenção da identidade.

– Sofisticação, simplicidade, originalidade.

– Coragem, Coragem, Coragem.

Muito distante de nossa realidade. Mas é importante olharmos para isso.

https://www.linkedin.com/in/guto-bellini-branding/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*