Storytelling: o que é e quais vantagens em usar?

Para quem pratica marketing de conteúdo, saber contar uma boa história tem sido cada vez mais um diferencial.

Apresentar um produto ou serviço conseguindo os contextualizar dentro de um cenário, mesmo que apenas fictício, é uma forma de despertar o interesse do público, prender a atenção e encantar quem já é cliente.

Se você ainda não entende o que é storytelling, acompanhe esse conteúdo até o fim!

Cinderela, João e o pé de feijão, Rapunzel. Essas são algumas das histórias que toda criança já ouviu e traz os  modelos de contação de história que conhecemos: existem personagens, um enredo e geralmente uma lição no fim.

Storytelling e marketing: qual a relação?

Assim como nos exemplos dos contos infantis, alguns elementos são fundamentais para que a história que você vá contar em seu blog ou em um e-mail para um cliente seja interessante o suficiente para mantê-lo ali e convencê-lo da mensagem que você deseja passar.

A alternativa de envolver seu público em uma boa história está ganhando espaço devido ao enorme número de empresas aderindo ao marketing de conteúdo.

Se você jogar no Google blogs relacionados ao seu produto ou serviço, tenho certeza que você encontrará ao menos três opções. E como seu cliente vai decidir em qual conteúdo parar, para qual empresa deixar seu contato e iniciar um relacionamento? É preciso destaque!

Imagine que você é responsável pelo marketing de uma escola de ensino fundamental. Como aplicar storytelling nesse cenário?

Pense sempre como seu cliente, pais de alunos que desejam que seus filhos tenham a melhor educação possível, em um ambiente enriquecedor.

Então, que tal apresentar sua escola e sua proposta de ensino contando a história de uma personagem que estudou ali e teve sucesso em seus estudos e carreira? Na prática, é muito mais envolvente do que, por exemplo, criar tópicos sobre sua escola e ir apresentando de forma padrão e nada surpreendente.

Contar história x contar uma mentira

Quando falamos em storytelling, sempre surge a dúvida: mas contar uma história, é contar uma mentira? Depende.

Criar uma narração para passar uma mensagem é muito diferente de simplesmente inventar algo a respeito da sua empresa ou do seu serviço.

Todo cuidado é pouco quando falamos em aproximação com o público. Hoje nada passa em branco e não tente enganar quem está lendo o que você está dizendo.

Caso sinta-se mais à vontade, já inicie sua história dizendo que ela apenas está ilustrando a mensagem que você quer passar. Fica mais claro para o leitor.

Um dos principais pontos de se usar a contação de história em uma estratégia de marketing é justamente tornar a sua marca mais humana, então qualquer deslize pode ser fatal para uma ação.

As três principais vantagens do storytelling

Agora que você já sabe o que é storytelling e como você pode aplicar com sua marca, veja as principais vantagens.

#1 Você tira sua empresa do “mais do mesmo”: Como dissemos, hoje cada vez mais empresas estão investindo em marketing de conteúdo. Para você ter o seu espaço e seu lugar ao sol, é preciso ir além do comum.

#2 Seu cliente se lembrará de você: Lembra da propaganda da década de 80, do primeiro sutiã? Pois é, em 1987 uma marca investiu em contar a história de uma adolescente ao ganhar seu primeiro sutiã e isso ficou na memória do público literalmente por décadas!

#3 Você se aproxima do público: Se as histórias tornam sua empresa mais humana, consequentemente você estará mais próximo do seu público, que passará a confiar mais em você e no que você tem a oferecer. Interessante, não é?

E você, já usa storytelling para sua marca? Deixe seu comentário pra gente saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*